quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Corrida e meditação

Eu olho para a corrida como a meditação. Ela permite me descomprimir, me livrar de um monte de coisas negativas. Esse é o meu segredo.

 
Jeff Corwin, conservacionista
americano e corredor

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Ayrton Senna Racing Day

Nunca fiquei tanto tempo sem blogar e acabei deixando para trás a postagem de uma corrida sensacional: a Ayrton Senna Racing Day, uma maratona de revezamento feita entre amigos.

Provas de revezamento são sempre interessantes, pois o resultado do grupo depende do esforço de cada um, verdadeiro trabalho em equipe.

Eu já tinha corrido no autódromo de Interlagos antes, mas a emoção foi bem maior dessa vez. Pouco antes da largada, o sistema de som ecoava a voz do Ayrton narrando uma volta no circuito, ao mesmo tempo que um carro de corrida fazia manobras na pista ao vivo. É de arrepiar.

Montamos dois grupos de 8 participantes para a prova. O resultado de ambos os grupos foi muito bom. Não me refiro ao tempo corrido, mas à integração e companherismo de todos, incentivando os demais.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Fila Night Run São Paulo, resultado que surpreendeu

O percurso não foi lá muito bonito, as ruas escuras escondiam perigosas falhas no asfalto, falta de respeito à inútil tentativa de se dividir a largada por ritmo e um funil bem no início da prova foram algumas das dificuldades encontradas. Apesar de tudo isso, gostei muito da Fila Night Run da última noite de sábado em São Paulo.

Já antes da prova encontrei um amigo que trabalhou comigo, além de um amigo da época do colégio, que eu não via há mais de uma década. Um dos pontos legais dessas corridas é que sempre encontro alguém conhecido.

Fui para essa prova sem muita expectativa. Seria apenas minha última corrida de 10 Km no ano e minha intenção era apenas de fazer um treino forte. Lá pelo quilômetro seis, no entanto, percebi que tinha condições de bater meu melhor resultado. Estava com sobra de tempo e faltava apenas mais uma das quatro subidas do percurso. Como eu me sentia bem, resolvi tentar um bom resultado.

Segui no ritmo pretendido, com uma queda calculada na subida, cruzando a linha de chegada com novo recorde pessoal. Um resultado que me surpreendeu e me deixou bastante satisfeito, já que não estava nos meus planos.

No final da prova ainda tive a oportunidade de assistir a um show que já fazia tempo que queria ver: banda cover dos Beatles.

Impressionante a qualidade dessa banda. A impressão era que de fato os Beatles estavam ali, cantando para aquele bando de corredores.

Por isso, os defeitos da prova foram minimizados pelas alegrias que trouxe.

  

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Golden 4 Asics Brasília, resultado

Temperatura agradável, umidade na casa dos 40%, o que é praticamente chuva para Brasília. Altimetria em declínio. Hidratação a cada 3 Km. Tudo para fazer uma excelente prova. Bem, nem tudo estava assim tão perfeito.

Tinha passado a semana anterior em viagem a trabalho. Sem treinos, sem dormir o suficiente nos dias que antecederam a prova. Alimentação inadequada e muito, muito cansaço. No dia da prova, o frequencímetro não sincronizava com a cinta, o pé direito ameaçava doer e, para piorar, eu tinha me esquecido do gel de carboidrato no hotel.

Nosso corpo tem um estoque limitado de glicogênio, que uma vez convertido para glicose, funciona como nosso principal combustível em corridas longas. Por essa razão, há a recomendação de se ingerir suplemento de carboidrato em provas acima de uma hora de duração.

Toda essa situação acabou gerando uma certa insegurança, mas mesmo assim segui no meu plano, que era fechar a prova abaixo de 1h50min. Para isso, corri acompanhando os respectivos pacers desse ritmo da prova.

Cheguei no 15º quilômetro com meu melhor tempo nessa distância até então, e eu estava sobrando, com condições de manter o ritmo até o final. Iria superar meu objetivo de prova. No entanto, apenas 500 metros depois, senti na pele a consequência da queda de glicogênio, precisei caminhar.

Naquele momento, minha preocupação já não era mais o de bater meu tempo, mas sim de terminar a prova bem. Alternei corridas e caminhadas, além de cuidar da hidratação, principalmente fazendo uso do isotônico oferecido pela organização.

Administrei o tempo de prova até o final, pois ainda havia a chance de bater meu recorde pessoal. Assim, cruzando a linha de chegada em 1h52min16s consegui fechar meu melhor tempo em meia-maratona.


No final das contas, levei o aprendizado para provas futuras e comemorei mais um resultado favorável, apesar dos erros cometidos. Novamente encontrei amigos e meu irmão fechou seus primeiros 21 Km. Saldo final positivo para todos.


domingo, 23 de outubro de 2011

Corrida Track&Field Run Series - Iguatemi Campinas

Essa foi a prova de 10 Km mais curta que corri até hoje, foram apenas 9,1 Km. Foi ainda mais curta que a Wet'n Wild com seus cem metros a mais.  Alguns amigos fariam sua estreia nos 10 K hoje, mas no final das contas tiveram que adiar em função do erro da organização.

A corrida teve a participação de 1800 atletas, percorrendo as ruas próximas ao Shopping Iguatemi em Campinas. Alguns trechos com carros e ônibus no sentido contrário na metade da pista, que fora invadida por alguns corredores que não respeitavam a parte destinada a eles.

Como estou em fase de treino específico, corri essa prova acompanhando um amigo que vencia a distância pela primeira vez. Combinamos um ritmo que fosse um desafio possível para ele e fomos assim até o final. Apesar do sol e das fortes subidas, ele venceu seus limites! Um grande resultado.

Apesar dos poucos problemas, no geral a prova foi muito boa, como geralmente são as provas da Track&Field. O melhor de tudo, mais uma vez, foi estar entre amigos.

Meu próximo desafio será daqui a 2 semanas, na Golden 4 Asics de Brasília. E sigo firme nos treinos.

   

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Golden 4 Asics Brasília, o percurso

No dia 06/nov participarei da meia maratona da Golden 4 Asics em Brasília. Meu recorde pessoal nessa distância foi na Golden 4 de São Paulo e espero bater meu tempo em Brasília. Para tanto, tenho procurado cumprir meus treinos sem falhas.

De qualquer maneira, batendo ou não meu recorde pessoal, tenho certeza que será uma excelente corrida.

Abaixo o percurso da prova:

domingo, 16 de outubro de 2011

Momentos

É um estrada longa e vai ter os momentos difíceis, momentos em que você cairá e outros em que você acha que não conseguirá seguir adiante, momentos em que estará muito cansado, mas continuará focado em cada passo dado.

É isso o que estou tentando fazer com a maratona. Eu não penso no quilômetro em que estou, não penso nos quilômetros que já trilhei. Eu penso no que estou fazendo exatamente agora, apenas perdido no momento.
Ryan Hall

domingo, 9 de outubro de 2011

Maratona de Chicago

Ao lado das maratonas de Berlim, Boston, Nova Iorque e Londres, a Maratona de Chicago faz parte das World Marathon Majors

A edição número 34 da prova que aconteceu nesse domingo, contou com 45 mil atletas de 160 países percorrendo os 42,195 Km.

O vencedor da prova foi o queniano Moses Mosop, que bateu o recorde da prova com 2h05min37s. O detalhe que essa é somente a segunda maratona desse atleta de 26 anos.

A russa Lilya Shobukova ganhou na categoria feminina pela terceira vez consecutiva, entrando para a história da corrida.

Infelizmente nosso atleta brasileiro Marílson dos Santos não concluiu a prova. Sua intenção era buscar o índice para os Jogos Olímpicos de 2012, mas passou mal no 26º quilômetro, seguiu em ritmo menor até que abandonou sete quilômetros depois.

"O clima estava bom no início da disputa, mas o calor foi aumentado. O isotônico que eu pegava nos postos de hidratação estava muito quente. Isso pode ter provocado o mal-estar", disse Marílson.
 
Agora seu foco está no Pan de Guadalajara e seguimos aqui na torcida.
 
 

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

domingo, 25 de setembro de 2011

Maratona de Berlim, recorde mundial

A Maratona de Berlim, integrante da World Marathon Majors, é relativamente uma prova nova, com apenas 37 anos, mas é considerada a mais rápida das maratonas. Isso pelo seu percurso bastante plano e temperatura amena. Dos dez melhores tempos mundiais na maratona masculina, metade foram em Berlim. Prova ideal para recordes, e assim foi na disputa de hoje.

Haile Gebrselassie, até então detentor do recorde mundial, obtido na própria Maratona de Berlim em 2008, seguiu forte até o 27,2 Km, quando então quebrou. "Tive problemas com meus pulmões novamente", declarou no Twitter.

Já o queniano Patrick Makau seguiu adiante, num ritmo que iria reduzir bastante o tempo de Haile 3 anos antes. A partir do quilômetro 35 seu ritmo caiu um pouco, chegando a colocar em risco o recorde. Nos 2 quilômetros finais, no entanto, o atleta forçou novamente e venceu a prova em 2h03min38s, 21 segundos abaixo da marca anterior.

Irina Mikitenko, nascida no Cazaquistão e naturalizada alemã, foi a segunda colocada na prova feminina e a recordista mundial Paula Radcliffe terminou em terceiro em sua primeira maratona após sua segunda gravidez.

Cheguei a considerar essa prova para minha estreia nos 42,195 Km no ano que vem, mas a data não era favorável, pois não queria esperar até o segundo semestre. De qualquer maneira, é uma prova que pretendo realizar algum dia.

 

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

A construção de um campeão

Campeões não se tornam campeões quando ganham um evento, mas nas horas, semanas, meses e anos que passam se preparando para isso.

T. Alan Armstrong

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Corredor perna de pau

Sempre fui um perna de pau no futebol. Vôlei e basquete definitivamente não eram para mim. Fiz aula de tênis durante anos, mas parece que nunca aprendi. No fim, descobri a corrida de rua.

Não, não sou um corredor rápido. No entanto a corrida de rua amadora tem características bem diferentes dos outros esportes.

Nos esportes coletivos, o seu desempenho interfere no resultado do time. Se você não vai bem, prejudica os demais. No tênis, mesmo jogando individualmente, você joga para bater um adversário. Ao final da partida você vence ou perde. Já na corrida de rua sou apenas eu, e esse é o grande lance da corrida.

É claro que existe a corrida competitiva, onde os atletas buscam seu lugar no pódio, mas a maioria dos participantes das corridas de rua não tem a mínima pretensão de chegar na frente. Isso é para a elite, que vive e treina para isso.

Costumo dizer que quem acorda cedo em pleno domingo, simplesmente para correr com outras milhares de pessoas, é um vencedor, independente do tempo ou distância que irá percorrer. Só por praticar uma atividade física, já está a frente da maioria da população.

Na corrida as vitórias podem ser várias: participar da primeira prova, completar uma prova sem precisar caminhar, aumentar a distância, diminuir o tempo, correr entre amigos, correr num lugar diferente, conhecer gente diferente. Se divertir.

Não importa se milhares de pessoas vão terminar uma prova na minha frente. Encaro que cada um está disputando a sua prova pessoal, e eu, disputando minha prova pessoal, busco  me superar a cada dia. Meu único oponente sou eu mesmo. A preguiça que bate antes de um treino, a dor que às vezes aparece.

Há aqueles dias em que meu desempenho não é o que eu espero, analiso meus erros, planejo meus treinos, dou a volta por cima, sigo adiante.

Foi por tudo isso que me identifiquei com a corrida. E você, por que corre?

domingo, 18 de setembro de 2011

Maratona de Revezamento Pão de Açúcar, resultado para se lembrar

Finalmente consegui um sub-50. Nem mesmo o sol forte foi capaz me impedir de fazer hoje 10 Km no tempo de 49’49” na Maratona de Revezamento Pão de Açúcar. A referência que estou considerando é o GPS, já que na verdade meu trecho no revezamento era de 10,55 Km.

Fiquei bastante feliz com o resultado, pois essa era uma das últimas chances que eu tinha nesse ano, já que tenho apenas mais uma prova de 10 Km em 2011, uma vez que meu objetivo é volume, focando na maratona.

Provavelmente a inspiração veio da imagem ao lado. Tirei essa foto do Marílson no início da prova. Esse é um cara que merece nossa admiração.

Eu e meus amigos da Equipe Runner's World montamos 3 equipes de 4 corredores. Foi mais uma oportunidade de bate papo e de conhecer gente nova, já que ainda não conhecia alguns pessoalmente.


A corrida contou com 35 mil participantes, fazendo dessa a maior prova de revezamento da América Latina e a sexta do mundo. Uma grande festa.
  


sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Maratona de Paris, inscrição realizada!

Soyez prêts à relever ce défi au cour de Paris !
(Esteja preparado para enfrentar este desafio no coração de Paris!)

Votre inscription est validée, vous êtes inscrit à la 36ème édition du Marathon de Paris qui aura lieu le dimanche 15 avril 2012.

(A sua inscrição foi confirmada, você está inscrito na 36ª edição da Maratona de Paris que será realizada domingo, 15 de abril de 2012.)

Essas são as primeiras linhas do e-mail que recebi da confirmação da minha inscrição para a Maratona de Paris, o desafio que coloquei para mim no início desse ano.

As inscrições começaram hoje, faltando 212 dias para a prova, e a primeira cota de 10 mil inscrições já acabou.

Agora é continuar com foco nos treinos, pois o caminho é árduo.


Veja aqui o que já publiquei no blog sobre Maratonas

   

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Manifesto São Silvestre

Os principais blogs de corrida do Brasil se uniram e divulgaram hoje um manifesto contrário à mudança do percurso da São Silvestre.

Como também sou contra a essa mudança, reproduzo aqui o manifesto:

"A São Silvestre, corrida com 87 anos de existência, representa o auge da celebração do esporte corrida de rua. Reúne atletas profissionais e amadores de todo o país e do mundo, que comemoram o final de mais um ano correndo pelas ruas da cidade de São Paulo.

É um evento único, com caráter participativo e competitivo. É festivo para as centenas de corredores fantasiados e outros tantos que ali estão pelo prazer de correr e de se superar, ao mesmo tempo em que é uma competição de nível internacional certificada pela IAAF. Une, como nenhuma outra corrida, paixão pelo esporte e performance. 

Se entre amadores a SS estimula a busca pela qualidade de vida e o desejo de superação, para os profissionais significa a chance de se destacar. Ela revela talentos do esporte, abre portas para novos atletas e planta o sonho em muitos outros. Vencer a São Silvestre representa estar no Olimpo do atletismo.

Mas São Silvestre é muito mais do que uma corrida de rua, talvez seja o único evento esportivo onde o contemplativo, gratuito, reúne milhares de pessoas no Brasil. Tanto é que a televisão quer transmitir. A história da prova, com grandes atletas, a celebração do fim do ano, os esguichos de água no Minhocão e rua Olga, as pessoas no trajeto são situações exclusivas da SS. Somam muita gente, apoios importantes. Isso também, a nosso ver, é motivo para a preservação de suas características pela municipalidade.

Que outra prova é tão querida e está tão presente no imaginário das pessoas, corredores ou não?

Tudo, claro, é resultado de anos de esforços. Ao longo do tempo, a São Silvestre fez seus ajustes de percursos e horários. Mas conseguiu manter reunidas excelentes qualidades daquilo que há de mais difícil para um evento esportivo: tradição, data fixa de realização (o que permite a organizadores e atletas fazer todo um planejamento), cobertura de mídia e ser um objeto de desejo do consumidor.

Tradição, porém, é uma palavra que está sendo descartada da versão 2011 da prova. Em nome da “modernidade”, da “renovação” e do “conforto”, foi anunciado que a chegada será transferida da Avenida Paulista para o Parque do Ibirapuera. Decisão tomada por parte dos organizadores, sem debate ou qualquer consulta aos verdadeiros donos da prova: nós, os corredores.

Nós, jornalistas corredores e profissionais da corrida, estamos aqui empenhados em fazer com que a tradição seja respeitada e a chegada da São Silvestre seja mantida na Avenida Paulista.

Com argumentos que vão desde a manutenção da tradição, passando por questões de logísticas (somos corredores e conhecemos bem a dificuldade de se largar em um local e chegar em outro, por exemplo) e até sugestões técnicas, estamos abertos ao diálogo.

Se você também é a favor da discussão saudável, tendo em vista a manutenção da tradição da São Silvestre, preservando sua alegria e sua segurança, junte-se a nós.

Comissão de jornalistas e profissionais da corrida
Alessandra Alves, jornalista
Alexandre Koda, jornalista
Ana Paula Alfano, jornalista
Bruno Vicari, jornalista
Cássio Politi, jornalista
Erich Beting, jornalista
Fernanda Paradizo, jornalista
Harry Thomas Jr., jornalista
Martha Dallari, vice-presidente da Associação dos Treinadores de Corrida de SP (ATC)
Nelson Evêncio, presidente da ATC
Ricardo Caprioti, jornalista
Sergio Xavier Filho, jornalista
Simone Manocchio, jornalista
Vicent Sobrinho, jornalista
Yara Achôa, jornalista"


  

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Maratona, fé e coragem

Treinar para uma maratona é um ato de fé.

Correr uma maratona é um ato de coragem.

Com fé e coragem, pessoas comuns podem fazer grandes coisas.

Randy Essex

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Fila Night Run Campinas

Fui para a Fila Night Run nesse sábado com um objetivo de tempo na cabeça. Estou numa fase boa, o clima estava agradável e, apesar das subidas no circuito, achava que conseguiria bater meu melhor tempo nos 10 Km. Não deu.

Consegui meu 2º melhor resultado, mas a sensação pós prova não era de vitória.

Até o sétimo quilômetro tinha feito um tempo excelente. Caminhava para um ótimo resultado, mas meu ritmo começou a cair. Começava a pagar o preço da semana pesada, já que eu tinha forçado o ritmo no GP Runner's na quarta-feira e também comecei a prova num ritmo mais forte do que estou acostumado. Valeu o aprendizado.

Depois, analisando melhor a prova, vi que na verdade eu tinha muito a comemorar. A prova estava bastante animada, uma verdadeira balada a céu aberto com uma bela lua cheia.

Além disso, foi a primeira vez que corri com o Clube da Corrida, grupo do qual faço parte há cerca de 4 meses. Lá conheci muita gente bacana e meu desempenho na corrida tem se desenvolvido bastante.

Correr com a camiseta do Clube da Corrida foi um orgulho e a foto abaixo mostra apenas parte da nossa presença nessa prova.


Não consegui o resultado que gostaria nessa prova, tudo bem, isso só serve de motivação para eu treinar ainda mais.

Bora treinar!!
 

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

GP Runner's 2011

Hino da Independência ou o Tema da Vitória do Ayrton Senna? Qual seria a melhor trilha sonora para o GP Runner's realizado no dia 07 de setembro no autódromo de Interlagos? Para mim, Amigos para Sempre seria a pedida ideal.

Como bem disse o amigo Nishi, mais que uma prova, foi um evento social. Vários amigos que conheci através do mundo das corridas estavam lá. Alguns deles eu ainda não conhecia pessoalmente, mas apenas seus avatares nas redes sociais.



Ah, eu bati meu recorde pessoal nos 5 Km, mas esse é apenas um detalhe numa prova que foi tão especial.

Valeu equipe laranjinha!
 
 

terça-feira, 6 de setembro de 2011

100 Posts e os Top 5

O Blog 42195 chegou aos seus 100 posts desde o dia 01 de janeiro desse ano, quando foi dada a largada!

Desde então, procurei compartilhar aqui informações que achei interessante, falei sobre as provas das quais participei e celebrei minhas vitórias.

Agora, para comemorar essa marca, publico a lista dos cinco textos mais lidos. Em outra oportunidade listarei as postagens que mais gosto.

Obrigado a todos pelas visitas e comentários, que são sempre bem vindos.


História da corredora suíça Gabrielle Andersen-Scheiss e sua impressionante chegada na maratona feminina dos Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles.
 
Eu preferia as bolhas de sabão
Dicas para a prevenção e tratamento das temíveis bolhas, que passaram a me acompanhar após treinos mais longos. Leia também Bolhas, a volta
 
Livro: "Programa de Caminhada e Corrida”
Como eu comecei a correr e o papel desse livro do treinador Marcos Paulo Reis nesse processo.
 
Νενικήκαμεν - A história da Maratona
A tradicional lenda sobre a origem da Maratona e porque a distância de 42,195 Km.

Planeta Extremo - Maratona no gelo da Antártica - parte 1/3
Episódio da série exibida no Fantástico, da Rede Globo, sobre a Maratona no continente gelado. Veja também parte 2 e parte 3. Também veja a palestra exclusiva do Clayton Convervani.

 

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Corra do diabetes

Por hereditariedade, tenho o risco de desenvolver diabetes. A boa notícia é que estudos comprovam o papel da corrida como prevenção ao desenvolvimento da doença. Abaixo transcrevo uma matéria que saiu no site da revista Sport Life sobre o assunto.

"Maratonistas têm menos chance de desenvolver diabetes

Corredores de longa distância, como os maratonistas, têm menos chance de desenvolver síndrome metabólica, caracterizada por um conjunto de fatores de risco cardiovasculares e que inclui pressão e colesterol altos.

Também chamado de síndrome X, o transtorno pode levar ao diabetes e a doenças do coração. Pesquisadores analisaram dados de 62 000 homens e 45 000 mulheres. Os resultados, publicados na edição de março/2009 da revista Science in Sports and Medicine, revelaram que homens que correram duas ou mais maratonas por ano tiveram 41% menos chance de sofrer de pressão alta, 32% menos risco de ter colesterol alto e 87% menos chance de ter diabetes do que não-maratonistas.

“Todas as formas de atividade física trazem benefícios à saúde. Mas os dados sugerem que as vantagens para aqueles que se esforçam são ainda maiores”, disse Paul Williams, do Colégio Americano para a Medicina do Esporte.

Fonte: Revista Sport Life, texto Vanessa de Sá

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Palestra exclusiva de Clayton Conservani

Recentemente tive a oportunidade de conversar com o Clayton Conservani, da Rede Globo, além de assistir a sua palestra.

Inclusive foi a primeira vez que ele enfrentou uma plateia, mais um desafio vencido por esse jornalista atleta que desafia o perigo em busca de emoções extremas.

Durante as 2 horas da apresentação, vimos diversos vídeos inéditos de suas aventuras, além de conhecer mais sua história.

Conservani motivou muito a todos, declarando que nunca é muito cedo, nem tão tarde para começar uma atividade.  Ao contar sobre sua aventura no Everest, disse ter ouvido muitas histórias de quem desistia, mas seguiu em frente, pois a vontade de vencer era grande e não deveria ouvir a voz dos derrotados.

O vídeo abaixo é do trecho em que ele fala da Maratona no Gelo, tema que já tratei anteriormente aqui no blog.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Corrida CasaCor Eco Running

Domingo foi dia de correr na fazenda Santa Elisa, do IAC - Instituto Agronômico de Campinas. A prova estava inicialmente prevista para acontecer no Parque Ecológico da cidade, mas em função das capivaras que apareceram por lá, o local foi modificado.

A corrida contou com um apelo ecológico, tanto que ao invés de recebermos uma medalha no final da prova, ganhamos um "papel semente", uma total novidade para mim. Devo admitir, no entanto, que senti falta da medalha.

O percurso era bem agradável, apesar da pista irregular e do sol que castigava os atletas que tiveram que usar a camiseta da prova na cor preta. Diga-se de passagem que não foi uma boa ideia da organização.


Por não se tratar de uma prova alvo e de estar bem no meio do meu ciclo de treinamento, corri os 7 Km em ritmo tranquilo. Foi bom, pois assim pude curtir o visual com mais calma.

A hidratação foi bastante eficiente, presente em 3 pontos com garrafinhas d'água já abertas, para facilitar a vida dos corredores. Tanto antes como após a prova, havia disponível um café da manhã com frutas, pãezinhos e sucos. Um agrado bem vindo.

Mais uma prova no currículo. Mais um excelente dia entre amigos.

 

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

domingo, 14 de agosto de 2011

Pai, aquele que te apóia

Meu pai costuma fazer caminhada duas vezes ao dia e já conquistou 5 medalhas em 2011. Um exemplo.

Assisti ao vídeo abaixo alguns meses atrás e ele me marcou bastante. Pai é aquele que nos dá força nos momentos em que estamos mais fracos, nos apóia e não nos deixa desistir.

Parabéns a todos os pais!



 

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Ouçam todo mundo, não sigam ninguém

"Se eu pudesse dar apenas um conselho para os corredores, seria o seguinte: "Ouçam todo mundo, não sigam ninguém." Isso porque cada corredor é único, logo não há um só sistema de treinamento, um tênis ou um café da manhã que seja igualmente eficaz para todos os atletas. Sempre aconselho outros corredores a fazer experiências durante o treinamento e encontrar o que funciona melhor para eles."

Trecho do livro 50 Maratonas em 50 dias
de Dean Karnazes


Você já está me seguindo no Twitter? Acesse www.twitter.com/alesilvabr

  
 

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Golden 4 Asics, 20 Km + 1.097 m = recorde pessoal

Posso dividir a minha meia maratona Golden Four Asics ontem em duas provas: os primeiros 20 Km e os últimos 1.097 metros.

Com base no meu tempo na prova das 10 Milhas Puma  e a projeção para a meia maratona conforme as calculadoras de corrida, tracei minha estratégia para a prova, que era seguir no ritmo constante de 5'24"/Km.

Segui os primeiros 20 Km com um pace médio de 5'21"/Km, pouco mais forte que o plano, mas num ritmo relativamente confortável. No quilômetro 17 vários atletas já estavam caminhando e eu seguia firme no meu plano.

No fim do 20º Km, no entanto, o que era conforto, repentinamente virou um grande esforço. Minhas pernas pediam para eu caminhar, mas minha cabeça não deixou, afinal de contas faltavam apenas 1.097 metros para eu finalizar minha 2ª meia maratona. Reduzi o ritmo para 5'49"/Km e segui em frente.

Dessa maneira, fechei a prova em 1h53min50s, o que representa 11min57s abaixo da minha meia anterior e um pace médio de 5'22"/Km, mais um recorde pessoal batido.

Uma da minhas resoluções para esse ano era melhorar meus tempos nas principais distâncias. Com o resultado de hoje, finalmente cumpri essa meta.

Agora é continuar com os treinos para o meu maior desafio nas corridas, minha estréia nos 42,195 Km da Maratona.

 

sábado, 6 de agosto de 2011

Golden 4 Asics São Paulo, a Expo

Uma das premissas da Golden Four Asics é trazer para o Brasil o padrão de qualidade encontrado nas melhores provas mundiais. Como parte dessa proposta, tivemos hoje em São Paulo a Expo da prova.

Na expo, além de retirar o kit da corrida, os atletas puderam assistir a várias palestras, customizar a camiseta, além de se deliciciar com um almoço de massas.

Eu assisti ao segundo debate Operação Portuga, tendo a oportunidade de rever a turma desse desafio. Saiba mais no meu post anterior sobre o livro e o primeiro debate.

Também vi o bate papo com o Adriano Bastos, heptacampeão da Maratona Disney. Muito simpático, diga-se de passagem.

O melhor da expo, no entanto, foi a oportunidade de reencontrar vários amigos que fiz graças a corrida, além de conhecer pessoalmente aqueles que conhecia apenas através da internet. Foi estranho me apresentar como @alesilvabr, meu usuário no Twitter.

Depois desse dia, fiquei ainda mais animado para minha prova amanhã. Tudo que eu podia treinar, já treinei. Agora é só esperar e curtir os 21 Km.
  

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Golden 4 Asics São Paulo, o percurso

Domingo é dia da meia maratona Golden 4 Asics em São Paulo, minha segunda prova nessa distância.

Fiz direitinho os treinos nas últimas 10 semanas, focando nessa corrida. Agora só falta um treino leve e tentar ficar tranquilo para realizar uma boa prova.

Veja no vídeo abaixo como será o percurso, com ajuda do Lelo Apovian, camarada personagem do livro Operação Portuga.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Caminhada na Medida Certa, Fantástico

Participei ontem junto com meus pais e meu irmão da "Caminhada Medida Certa", que aconteceu em São Paulo, organizada por uma parceria entre o SESI e a Rede Globo de Televisão.

O evento é resultado do sucesso do quadro "Medida Certa", apresentado pelo Fantástico, no qual os apresentadores Renata Ceribelli e Zeca Camargo reduziram suas medidas através do que chamaram de reprogramação do corpo, que nada mais foi do que adquirir hábitos saudáveis: alimentação correta e rotina de exercícios com orientação de Márcio Atalla, profissional de educação física e também apresentador.

Enquanto a Renata Ceribelli comandou a caminhada em Brasília, que também foi realizada ontem, aqui em São Paulo contamos com a presença do Zeca e do Márcio Atalla, além de cerca de 7 mil participantes nos 4 Km em volta do lago do Parque Ecológico do Tietê.

Essa iniciativa é digna de aplauso, por levar à população em geral a importância de uma vida saudável. O quadro no Fantástico e o ciclo de caminhadas do programa acabaram, mas com certeza foi plantada uma semente para que muita gente reveja seus hábitos e também possam fazer sua reprogramação para uma vida melhor.

   

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Metas, o caminho da motivação

Estabelecer metas é a melhor maneira de se manter motivado.

Se você não sabe em qual direção você está indo, como conseguirá chegar lá?

Dean Karnazes, ultramaratonista

segunda-feira, 25 de julho de 2011

10 Milhas Brasil Puma

"Estou prevendo RP para amanhã! Vidência? Não, resultado dos treinos. Vamos ver se se confirma. Wish me luck". Essa foi a frase que publiquei no Facebook no sábado, um dia antes das 10 Milhas da Puma em São Paulo. O resultado se confirmou!

Até então eu só tinha corrido uma prova de 10 milhas e três provas de 15 Km, todas no 2º semestre de 2010.

No domingo consegui bater meu melhor tempo nos 15 Km em 8 minutos e foram 19 minutos a menos nas 10 milhas. Com certeza resultado do cumprimento fiel à minha planilha de treinos. Nada é coincidência, mas fruto de esforço.

Evidente que as boas condições da prova também ajudaram bastante. O percurso, que sai e finaliza no Jockey Club de São Paulo, é praticamente plano, exceto por um túnel e uma ponte no caminho.

Já consegui bater o tempo em praticamente todas as distâncias que corri no ano passado, cumprindo assim minhas resoluções para 2011. Falta apenas bater o tempo na meia maratona. A data para tentar mais esse recorde pessoal já está marcada: 07 de agosto, na Golden 4 Asics SP.

É esperar para ver! Ou melhor, é treinar para conquistar!

 

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Avaliação Médica

Antes de iniciar qualquer atividade física, é muito importante uma consulta ao médico, que além de avaliar eventuais riscos através da anamnese, analisando histórico familiar e hábitos pessoais, como alimentação e sono; também irá solicitar exames clínicos para verificar a situação geral de sua saúde.

Abaixo listo os exames mais comuns antes do início dos treinos de corrida. A explicação abaixo tem como fonte o site da revista Contra-Relógio:

"NIVEL INICIANTE

-
ERGOMÉTRICO - Serve para observar o comportamento do ritmo e da frequência cardíaca e da pressão arterial durante um esforço progressivo.


-
ECOCARDIOGRAMA - Utilizado para observar parâmetros anatômicos das câmaras cardíacas, tal como controle da resposta da musculatura cardíaca frente ao treinamento.


-
HEMOGRAMA COMPLETO - Para diagnosticar alterações nas três séries celulares do tecido sanguíneo: série vermelha (as hemácias), branca (leucócitos, células do sistema imunológico que fazem a defesa do corpo) e série plaquetária.


- GLICEMIA DE JEJUM
- Teste empregado para diagnóstico de quadros de intolerância à glicose, tal como diabetes melitus.


- COLESTEROL TOTAL E FRAÇÕES - Serve para detectar valores elevados de lípides sanguíneos, sendo utilizados para cálculo do risco cardíaco antes de iniciar a atividade física.


- URÉIA E CREATININA
- Exames de controle da função renal, avaliando a capacidade de filtração e excreção dos metabólitos produzidos pela atividade física.


NÍVEL INTERMEDIÁRIO


- TGO E TGP
- Enzimas hepáticas que norteiam a capacidade de metabolização das células hepáticas, assim como rastreiam doenças do fígado que possam oferecer risco à atividade física.


- SÓDIO, POTÁSSIO, MAGNÉSIO E CÁLCIO
- Eletrólitos fundamentais ao bom funcionamento de todas as células e tecidos do corpo, principalmente dos sistemas nervoso, renal e músculo-esquelético.


- TSH, T4 LIVRE
- A detecção de doenças relacionas à secreção dos hormônios da tireóide faz-se fundamental àqueles que objetivam um mínimo de performance na atividade física. A tolerância ao exercício é fundamental à regularidade do treinamento, e indivíduos com distúrbios da tireóide não controlados podem não se adaptar ao esporte em virtude da falta dos hormônios.


NÍVEL AVANÇADO


- FERRITINA SÉRICA - Para atletas de maiores intensidades de treinamento, o controle dos níveis de reserva do metabolismo de ferro é muito importante. A maior parte de casos de anemia no esporte é decorrente da falta de ferro no organismo; por isso, um bom controle dos níveis de reserva previne distúrbios relacionados à falta ou excesso do ferro."

  

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Um atleta especial aprendendo a correr

Difícil não se emocionar ao ver a dedicação desse atleta. Onde muitos veem uma limitação, ele vê um desafio a ser vencido.

Todos caimos em algum momento. Levantar é uma decisão individual.



 

quinta-feira, 14 de julho de 2011

terça-feira, 12 de julho de 2011

1ª prova do grupo de corrida da empresa

Foi na Track&Field Run Series - Shopping Villa Lobos que nosso grupo de corrida da empresa fez sua estreia nas pistas.

Dos 20 atletas do grupo, apenas 5 se aventuraram nos 10 Km, em um circuito plano, de uma prova muito bem organizada. Essa foi a primeira experiência das 3 participantes representantes do sexo feminino, que curtiram muito o evento.

Estamos treinando juntos há apenas 3 meses e, após acertar alguns problemas de percurso, naturais do início de uma nova atividade, a turma está bastante motivada.

A maioria está tendo agora o primeiro contato com a corrida, nunca tendo treinado e, muito menos, participado de alguma prova. A turma que estreiou nessa primeira prova já foi mordida pelo bichinho da corrida e não vê a hora da próxima corrida, ainda no mês de julho.

Eu batalhei para que conseguíssemos esse apoio da empresa e fico muito orgulhoso em ver o pessoal discutindo os treinos e fazendo planos para o futuro. Com certeza, todos estão tendo um grande ganho em sua qualidade de vida e melhorarão cada vez mais seus resultados.

E você, já tem um grupo de corrida em sua empresa? Que tal montar um?

Bons treinos e corridas a todos!

 

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Planeta Extremo - Maratona no gelo da Antártica - parte 3/3

Uma vez vencida a maratona no gelo, o desafio mal começava. O objetivo agora é completar os 100 Km.

Assista à última parte do vídeo do 1º episódio da série Planeta Extremo, veiculada pela Rede Globo no último domingo.





1º parte do vídeo
2º parte do vídeo

 

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Planeta Extremo - Maratona no gelo da Antártica - parte 2/3

"O sofrimento é passageiro, desistir é para sempre", com essa ideia Bernardo Fonseca encontra forças para superar esse desafio.

O jornalista Clayton Conservani termina a maratona e toma um susto com o que acontece com o dedo de seu pé, suspeitando de congelamento.


Veja a segunda parte do vídeo:



Clique aqui para ver a parte 1/3

 

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Planeta Extremo - Maratona no gelo da Antártica - parte 1/3

Essa matéria do programa Fantástico da Rede Globo foi bastante comentada essa semana.

A série 'Planeta Extremo'  traz o jornalista corredor Clayton Conservani em grandes aventuras.

No 1º episódio, Clayton participa de uma maratona na Antártica. Corredores de 16 países percorrem 42,195 quilômetros no gelo, com uma temperatura de -30ºC e ventos de mais de 100 km/h.

Ele não é o único brasileiro na prova. O atleta Bernardo Fonseca, além de participar da maratona, também integra o grupo de partipantes da prova de 100 Km que acontece no dia seguinte.

Abaixo a primeira parte do vídeo dessa grande aventura. Prepare-se para grandes emoções.



 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...